O cuidado em enfermagem analisado segundo a essência do cuidado de Martin Heidegger

Ariane Gomes dos Santos, Claudete Ferreira de Souza Monteiro, Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes, Claudia Daniella Avelino Vasconcelos Benício, Lidya Tolstenko Nogueira

Texto completo:

HTML

Resumen

Introdução: Ao refletir sobre o cuidado é necessário reconhece-lo na perspectiva ontológica de sua existência, para que enfermeiros possam desenvolver uma prática humana e solidária, para além da técnica.
Objetivo: Apresentar uma reflexão analítica sobre o cuidado em enfermagem, no cenário atual da saúde, segundo a essência do cuidado de Martin Heidegger.
Métodos: Trata-se de uma análise teórico-reflexiva, construída a partir de leituras sobre o cuidado em enfermagem disponíveis em artigos científicos, em bases eletrônicas de dados e com base no conceito de cuidado proposto pelo filósofo Martin Heidegger, no livro: Ser e Tempo.
Conclusões: O cuidado deve ser entendido como um ato que vai além de procedimentos técnicos, há necessidade de envolvimento e compromisso com o outro, ou seja, deve existir uma ação humanizada.

Palabras clave

cuidados de enfermagem; filosofia em enfermagem; tecnologia.

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2017 Revista Cubana de Enfermería

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.